Reunido, esta terça-feira, em mais umasessão ordinária, o Conselho deMinistros recomendou a adopção demedidas urgentes para a mitigação do impacto daseca que afecta o norte da província de Gaza,traduzindo-se na falta de água e de comida nosdistritos de Chigubo, Guijá, Chicualacuala, Mabalane, Massingir e Massangena.Ainda que a situação não tenha atingidoníveis alarmantes, o governo considera queo fenómeno constitui uma preocupação,tendo, por isso, recomendado ao InstitutoNacional de Gestão de Calamidades e aoexecutivo da província de Gaza paraagilizarem o abastecimento de águanaquela região.

Segundo o porta-voz do Conselho deMinistros, Mouzinho Saíde, já está a sermobilizado equipamento para a aberturade furos de água e estão, também, emcurso medidas para garantir a alimentaçãoda população daqueles distritos.Em conferência de imprensa, MouzinhoSaíde explicou que a situação de fomedeve-se ao facto de as colheitas daprimeira época da campanha 2014/ 2015não terem atingido as metas planificadas,devido a baixa precipitação na região eporque as principais fontes de água paraconsumo humano e abeberamento dogado estão praticamente sem água.

O Primeiro-Ministro, Carlos Agostinho doRosário, visitou, há dias, os seis distritosafectados pela seca na província de Gaza,e apontou ser preocupante a situação,provocada principalmente pela falta dechuva na campanha agrícola passada.A visita, que decorreu de 24 a 26 destemês, tinha como objectivos avaliar o graude cumprimento do Plano Económico eSocial (PES), os efeitos da seca nos distritosde Chigubo e Guijá, e participar naterceira cerimónia de graduação doInstituto Politécnico de Gaza, que colocouà disposição do mercado do trabalho 297 t é c n i c o s d e e n g e n h a r i a a g r í c o l a ,h i d r á u l i c a a g r í c o l a , á g u a r u r a l ,contabilidade e auditoria.

Ainda na sessão de ontem, o Conselho deMinistros apreciou o ponto de situação dospreparativos dos XII Jogos DesportivosEscolares, a ter lugar de 15 a 24 de Agosto,em Pemba, província de Cabo Delgado,envolvendo 1.346 atletas de todo o país.Apreciou, também, a resolução queratifica o acordo de donativo celebradoentre o Governo de Moçambique e aA s s o c i a ç ã o I n t e r n a c i o n a l d eDesenvolvimento (IDA), no valor de 45m i l h õ e s d e d ó l a r e s , d e s t i n a d o s a ofinanciamento adicional dos projectos dosector da Ciência e Tecnologia, EnsinoSuperior e Técnico-Profissional.“O financiamento destina-se ao apoioinstitucional, bolsas de estudo e melhoria daformação técnico-profissional”, explicouSaíde. -Elisete Muiambo